Tudo sobre a Tequila

A Tequila é uma deliciosa bebida que encontramos facilmente e tem um valor bem acessível.

O custo-benefício da Tequila

Bom, em todo caso, vale muito a pena! O custo-benefício é ótimo! E depois de pesquisar com MUITA gente descobri que não é impressão minha, ela dá uma “brisa” diferente, vocês vão concordar comigo.

Voltando pra Tequila…

Esquecendo o Rei do Bar Staff e voltando à Tequila… Está na categoria dos destilados, mas antes da destilação, passa por fermentação, com leveduras, para extração da base da Tequila.

O tal do Agave

A base é o sumo de uma planta, o Agave Azul ou Agave Tequilano, uma planta que se desenvolve muito bem em terrenos de solo vulcânico e clima árido e precisa de 8 a 10 anos de idade para estar pronto para produção.

Depois de cortado (jimado), o miolo parece um Abacaxi branco. Este miolo é chamado de Piña ou Cabeza. Num dia típico, o jimador apanha até uma tonelada de piñas pesando entre 30 e 60 kilos cada.

Com quantos agaves se faz uma Tequila?

São necessários 7 quilos de Agave Azul para produção de 1 litro de tequila. Portanto um único Agave produz vários litros.

As piñas são levadas a destilarias para serem cozidas no vapor de grandes fornos de pedra por mais de 48 horas e esfriam por mais 14 horas antes de serem retiradas dos fornos, para converter as fibras em açúcar fermentável.

 

Depois dessa etapa são colocadas em moinhos especiais para extração de todo açúcar e o resultado é um rico líquido chamado “Aguamiel”, nome bem sugestivo, uh!? Este é então colocado em autoclaves para cozimento. Como em tanques de fermentação de vinho ou cerveja, para chegar ao mosto usam-se leveduras.

Leveduras, fermentação… Vinho?

Adiciona-se a levedura natural para fermentação, que quebra as moléculas do açúcar em álcool, transformando num vinho de Agave (sacrilégio usar este termo já que Vinho de qualquer coisa que não seja Uva – Vittis, não é Vinho, mas fica aí minha retificação) que possui 10 à 12% de teor alcoólico. Assim temos a base do néctar.

 

Esta deve ser destilada 56 vezes, descartando seu início e fim para adquirir o melhor da destilação. Por fim, a tequila que nasce “Blanca” é descansada ou envelhecida.

Filtragem 

Antes do engarrafamento, a bebida passa então por uma filtragem e tem seu teor alcoólico reduzido para cerca de 40º. 

Para melhorar a sua maciez, individualidade e aroma, o produto filtrado é armazenado em barris de carvalho antigo, onde envelhecerá sem ser perturbado. Para ser chamada Tequila, o destilado precisa ter ao menos 51% de Agave Azul.

Aromas e cores da Tequila

Fortemente aromática, a bebida apresenta diferentes graus de cor, sabor e aroma segundo algumas classificações. Assim como as demais bebidas de qualidade todo o processo sofre pequenas variações, neste caso quanto à maneira de cozinhar, prensar, fermentar, destilar e envelhecer, conforme particularidade de cada destilaria. Essas pequenas variações + as características da origem, do tipo, da qualidade e do percentual de agave utilizada é o que dará a característica e personalidade particular de cada marca.

Tipos de Tequila

A Tequila pode ser dividida em Blended (Ex.: José Cuervo Silver/Gold/Black) ou 100% Agave (Ex.: José Cuervo Tradicional/Reserva de La Familia). Ambas qualidades são deliciosas, porém, as Tequilas 100% Agave possuem o tradicional sabor da Tequila mais acentuado.

Além desta, podemos classificá-las pelo tempo de envelhecimento: Blanco, Jovem, Reposado, Añejo ou Extra Añejo, em ordem crescente do tempo de maturação. Período de de envelhecimento em barris de carvalho de cada denominação:

 

  • Tequila Blanco – sem envelhecimento (Ex.: Blanco Sauza).
  • Tequila Jovem – até 2 meses (normalmente as Silver, como José Cuervo Clássica)
  • Tequila Reposado – cerca de 6 meses (Ex.: José Cuervo Gold)
  • Tequilas Añejo – mais de 2 anos. (Ex.: José Cuervo Black)
  • Tequila Extra-Añejo – mais de 3 anos (Ex.: Chinaco Negro Extra Añejo – 5 anos. Don Lunas – 10 anos)

 

Todas estas normas são exigidas pelo governo mexicano para comercialização do produto.

Voltando novamente pra Tequila

Bem, continuando… O modo de consumo mais difundido é colocar sal em torno do copo (salt ring) ou na mão, entre o polegar e o dedo indicador, lamber o sal, beber rapidamente (virar no shot) e logo após, morder um quarto de limão.

Como outras bebidas de luxo, a tequila tem um copo especial para ser degustada, o “caballito”, com 60 ml de volume, o qual eu já possuo uma bela coleção de cerca de 19 países diferentes, souvenir essencial!! Tá bom… Nenhum é do México! Mas eu nunca passei por lá…

Ela também pode ser saboreada em taças de pé alto com capacidade de 200 ml. No entanto, a maneira correta e praticada por degustadores da bebida dispensa o sal e limão. A bebida é servida em dose adequada e passa por análise sensorial, ou teste olfativo, onde pode ser caracterizado aromas presentes devidos a características do envelhecimento.

A degustação é lenta, com pequenos goles que passam por toda a boca antes de serem engolidos, onde é possível analisar atributos como acidez e gosto residual, o retrogosto. Estou me sentindo nas minhas palestras de Vinho ou Cerveja já! Mas admito… eu não sei analisar a tequila profissionalmente! Melhor ficar quietinha e fazer degustação dirigida apenas do eu entendo mais que tudo… E tomar a Tequila no shot MESMO!

Origem do “Shot”

Apesar de ser um versátil destilado, a Tequila é conhecida por seu mais famoso ritual: O “shot” com sal e limão. Ninguém sabe ao certo como isto tudo começou. Mas a lenda conta que foi durante uma epidemia mundial de gripe em 1918, que alguns médicos começaram a receitar “shots de Tequila” como tratamento, já pensou que beleza?

Obviamente não foi nenhuma surpresa que mesmo depois da epidemia, muitos alegavam estar com gripe para continuar com o tratamento. Destaque no meu Caderno de Medicina Alternativa!

A melhor Tequila para se tomar no shot é uma Tequila 100% Agave envelhecida, ou seja, “Reposado” ou “Añejo”. No Brasil, estão disponíveis a Tequila Jose Cuervo Clasico, Especial, Black (Blends); Tradicional, 1800 Blanco, 1800 Reposado, 1800 Añejo e Reserva De La Familia (100% agave). E a Sauza Tequila Blanco, Sauza Tequila Gold e Sauza Tequila Hacienda (Reposada).

Além do shot com sal e limão, ou para alguns exóticos com laranja e canela, no México eles costumam beber a Bandeira Mexicana: Um shot de tequila (dourada), um shot de suco de limão (verde) e um shot de sangrita, suco de tomate com tempero típico.

Fonte: Papo de Bar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ass. Secret

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s